Uncategorized

E eu.

Uma infinita trilha de textos, livros, artigos, teorias. Um mundaréu de informações, hipótese, objetivos, referências, letras.  Um mar de questionamentos, justificativas, parágrafos, citações, paginas… E eu.  Num silêncio enlouquecedor que não me deixa avançar… um universo paralelo que não dou conta!  Busco o ar inspirador que não vem, leio as paginas que não me fazem… Continuar lendo E eu.

Uncategorized

O todo, os pedaços e, principalmente, seus encaixes! 

Detalhando a vida como um enorme quebra cabeça de infinitas peças que é preciso apurar muito as vistas para poder montar as partes… tantas cores que formam um mosaico de sentimentos. Olhando num conjunto é uma imagem, uma parte o que você idealiza, outra o que a imagem quer mostrar, mas só olhando cada pecinha… Continuar lendo O todo, os pedaços e, principalmente, seus encaixes! 

Uncategorized

Para minha escrita acadêmica… Não me enlouqueça!

Os dedos estão em estado letárgico, a cabeça pensa em muitas coisas ao mesmo tempo e não consegue materializar nenhuma delas. Não sei se vocês já tiveram essa sensação, mas para mim é frequente. E quanto mais é necessário conclusões e resoluções, mais inativa vou ficando. Quando prazo está perto do fim, sou tomada por… Continuar lendo Para minha escrita acadêmica… Não me enlouqueça!

Céu Rosado

Os retratos que matam saudades

Olhei seus retratos ontem, fiquei feliz com o seu sorriso, aquele mesmo que pra mim foi afago quando o mundo parecia ruir num mudo de calmaria. Agradeci por sua vida naquele momento, li sua mensagem de amor para quem escolheu partilhar a vida… lembrei que estava lá no seu grande sim. Desejei que só multiplicasse… Continuar lendo Os retratos que matam saudades

Uncategorized

Eu sempre fui muito sozinha, lembro que na infância meus coleguinhas não gostavam de mim! Tinha apelidos horríveis, pela minha cor, peso e corpo… as meninas que eram “bonitas” tinham um cabelo diferente, uma pele clara e um corpo esguio, com isso vocês já entendem quem eu era!  Na festinha anual de Dia dos Pais,… Continuar lendo

Uncategorized

Um música e um conto – Dentro ali

Era noite, andava apressada como quem ia encontrar o grande amor… mas não tinha amor! Andava apressada, para evitar que as lágrimas corressem. Só não tinha jeito, elas estavam ali, estavam brotando. Era noite, ela entrava no ônibus, descia do ônibus e pegava o metrô, estava só, como tantas e tantas vezes, aquela era só… Continuar lendo Um música e um conto – Dentro ali

Contos · Musica

Uma música e um conto – Dindi

Era cedo, um vento frio passava e gelava meu rosto. Olhava o sol, que em tantos outros momentos insistia em queimar minha pele, nascendo preguiçoso num horizonte infinito, mas sem aquecer nada… era um sol gélido de inverno. Um sol que brilha, embeleza, mas não marca o rosto e nem coração. Céu, tão grande é… Continuar lendo Uma música e um conto – Dindi